Estamos abertos
todos os dias 24h

“Íleo Paralítico” em coelhos

Os coelhos são pequenos herbívoros, com um sistema digestivo bastante diferente do cão ou do gato. Têm um estômago bastante ácido e cujo formato impede o vómito e permite armazenar alimento. Têm um intestino (cólon e ceco) muito desenvolvido onde ocorre a fermentação das ervas (as bactérias aí presentes fazem a digestão da celulose das ervas por fermentação).

Tendo em conta estas características dos coelhos, se a dieta destes animais for pobre em fibra, o trânsito intestinal diminui significativamente, podendo mesmo parar, situação denominada de “íleo paralítico”. Quando tal acontece, o estômago e o ceco não esvaziam, ficando impactados (demasiado cheios). Para além disso, as dietas pobres em fibras levam à produção de substâncias (ácidos gordos voláteis) que alteram o ambiente do intestino (pH e flora). Todas estas alterações modificam o processo de fermentação (digestão), com produção de muito gás que se acumula nos intestino, causando distensão abdominal, desconforto e dor ao animal. Numa fase inicial, os coelhos procuram mais feno, podendo até comer papel se o encontrarem. A seguir as fezes diminuem de quantidade, tamanho e tornam-se menos frequentes. A evolução é depois muito rápida, com perda de apetite (anorexia), obstrução intestinal (ausência de fezes), desidratação, apatia, distensão abdominal, dor, estado de choque e dor.

O diagnóstico é feito pela história do animal, exame físico e exames complementares (raio x/ecografia abdominal).

Para além de ser necessária uma dieta apropriada, rica em fibra, com vegetais frescos e feno, os donos destes animais devem estar muito atentos, pois a evolução desta doença é muito rápida, podendo culminar com a morte.

O Phoebe é um coelho de ano e meio que veio à consulta por diminuição de apetite e de produção de fezes. Felizmente os donos estavam atentos e trouxeram o coelho antes de chegar à fase de distensão abdominal. Estava portanto numa fase inicial do íleo paralítico, pelo que conseguiu recuperar muito bem.

coelho2